Vinho Alentejano - Enoturismo

Alentejo promove enoturismo de excelência

O Alentejo tem vindo a ser promovido como destino enoturístico de excelência e vai ser agora promovido na 31ª edição da Bolsa de Turismo de Lisboa (BTL), que abre portas na quarta-feira e decorre até domingo, divulgaram hoje os promotores.

Esta Acção promocional vai ser levada a cabo pela Rota dos Vinhos do Alentejo, com a colaboração de várias unidades de enoturismo e o apoio da Entidade Regional de Turismo do Alentejo e Ribatejo.

“O principal objetivo da presença no certame assenta na afirmação do Alentejo enquanto destino enoturístico de excelência”, afirmou hoje o presidente da Comissão Vitivinícola Regional Alentejana (CVRA), Francisco Mateus.

Sendo a BTL, a realizar na FIL, no Parque das Nações, considerada “o evento mais importante do país na área do turismo”, o responsável da Comissão sublinhou que “faz todo o sentido” a presença dos vinhos do Alentejo no evento.

“É uma oportunidade crucial onde a promoção dos vinhos e a prática do enoturismo vai ao encontro tanto de profissionais da área como de turistas e onde é possível dar a conhecer a essência da região e todas as características que a tornam um dos destinos turísticos mais desejados do país”, defendeu.

Os vinhos alentejanos, segundo dados da CVRA, são já vendidos para 115 mercados internacionais, tendo a quantidade exportada “triplicado nos últimos dez anos”. Brasil, Angola, Estados Unidos da América, Suíça e Polónia constituem a maior fatia de países importadores de vinhos alentejanos.

Com oito sub-regiões vitivinícolas (Portalegre, Borba, Redondo, Reguengos de Monsaraz, Vidigueira, Moura, Évora e Granja/Amareleja), o Alentejo possui cerca de 22 mil hectares de vinha, cuja prosperidade prevê ainda maior crescimento nos próximos anos.

Comentários