Trump - Fake Global Warming

Trump cria painel para desmentir aquecimento global

A administração de Donald Trump está a trabalhar para criar um painel que reconsidere a posição do governo norte-americano sobre as alterações climáticas, de modo a negar a existência das mesmas.

O comité que trabalha sob o Conselho Nacional de Segurança norte-americano (NSC) vai convidar cépticos para integrar um painel que questiona a veracidade científica acerca do aquecimento global, revelaram oficiais do governo citados pelo ”The Washington Post”. O plano da Casa Branca é defendido por William Happer, um físico e director sénior do Conselho Nacional de Segurança, que refutou o impacto prejudicial das emissões de CO2 na atmosfera.

Este painel tem um plano de acção que prevê a contestação formal dos recentes relatórios federais, incluindo a Avaliação Nacional do Clima, que é um estudo inter-institucional divulgado em Novembro passado, que identifica as ameaças impostas pelo aquecimento global aos EUA.

O relatório relaciona as alterações climáticas com o aumento dos desastres naturais, tendo alertado para os terríveis efeitos de não parar o aumento das temperaturas globais. Apenas alguns dias após a divulgação do estudo, Donald Trump declarou aos repórteres: “Eu não acredito nisso”, defendendo que o estudo havia sido preparado por funcionários da administração Obama, embora os cientistas neguem a ligação.

Há também uma enorme preocupação com a influência de Happer, o agente sénior do NSC que estabelece um papel importante no comité proposto e que chama de ”culto” ao consenso científico sobre as alterações climáticas. Happer já dirigiu um painel de cépticos chamado ”CO2 Coalition” (Coligação CO2), um grupo que, segundo defende o Climate Investigations Center, recebeu financiamento da Mercer Family Foundation, pertencente a diversos políticos de Direita.

Comentários