Blunder Ao Vivo No Hard Club

A passada Sexta-Feira marcou o regresso dos Blunder, uma banda portuguesa que fez sucesso na viragem do milénio e que levou até ao Hard Club, no Porto, o seu novo álbum AlieNation, repleto de Rock e Pop-Rock cantado em inglês.

A noite iniciou-se com a actuação da banda Brain Circles, que pisou o palco do Hard Club pela segunda vez, após em 2014 ter aberto o concerto dos Checkpoint. Trouxeram consigo o seu reportório original, repleto de rock psicadélico e progressivo com uma sonoridade muito própria e madura.

Foram cerca de trinta minutos de actuação repletos de qualidade musical e, acima de tudo, muitos momentos instrumentais que expõem a banda e a obrigam a mostrar a sua competência… enorme competência e qualidade, que encontra pouca ou nenhuma concorrência em solo nacional no que toca a rock psicadélico e progressivo.

De seguida subiram ao palco os já experientes Lux Yuri, com o seu já conhecido “conceito soviético”, que envolve sempre algum mistério e sobre o qual será difícil decifrar pormenores. Mas no que toca à qualidade musical, principalmente em termos instrumentais, é evidente a experiência que o grupo apresenta. O quarteto apresentou um concerto repleto de energia, apostando totalmente em temas de Hard e Heavy Rock, fazendo uma grande performance que cativou o público presente, ainda um pouco tímido, que se soltou para o concerto principal que se seguiria.

Infelizmente a quantidade de público presente ficou aquém daquilo que esta noite merecia, dada a grande qualidade musical que fluiu no Hard Club, mas nem por isso os Blunder deixaram de trazer uma grande performance e o público acabou por reagir logo desde início, aproximando-se bastante do palco e soltando mais energia.

Liderados por Tozé Santos na voz, também vocalista da famosa banda Per7ume, os Blunder apresentaram mais de uma dezena de temas originais (que o público presente teve a oportunidade de levar para casa, graças ao novo CD que lhes foi disponibilizado à entrada) e tiveram também oportunidade de tocar o famoso tema de REM “The One I Love”, em jeito de Encore e com um arranjo original, facto que ajudou a um final de concerto emocionante e que deixou o público a desejar ouvir mais.

A banda tem vindo a apresentar o seu novo trabalho em Portugal e no estrangeiro ao longo deste ano, tendo já sido lançado um dos seus singles (Vertigo Moment) em vídeo, que poderão visualizar abaixo. Aconselhamos a que acompanhem o trabalho da banda no Facebook e site oficial, pois haverão mais concertos e novidades por descobrir!

facebook.com/blunderoficial  –  blundermusic.co.uk

Deixa uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *