Portugal Fashion em África

O Portugal Fashion vai encerrar 2015 com a terceira estreia do ano, chegando na próxima sexta-feira pela primeira vez a África, apresentando os desfiles de Miguel Vieira, Micaela Oliveira e Roselyn Silva, na semana de moda de Moçambique, em Maputo.

A ANJE (Associação Nacional de Jovens Empresários), entidade responsável pela organização do evento, revelou que o Portugal Fashion apresentará na sexta-feira, no Polana Serena Hotel, em Maputo, desfiles dos três designers no âmbito da Mozambique Fashion Week.

Esta será a primeira vez que o Portugal Fashion pisará solo africano, com o objectivo de promover a moda e têxtil português além fronteiras, sendo portanto a terceira estreia de 2015, depois de Berlim e Milão.

Os desfiles dos três criadores serão complementados por um conjunto de acções empresariais e comerciais, no âmbito do projecto Next Step, programa que apoia a internacionalização e a utilização de showrooms e estratégias promocionais, de modo a fomentar as vendas e exportações.

Segundo João Koehler, presidente da ANJE, este ano de comemoração de duas décadas do Portugal Fashion vai ficar marcado para a história, pois a expansão do projecto para três mercados distintos é um feito inédito.

Após a aproximação do mercado de moda português às semanas de moda de Berlim e Milão, concretiza-se agora a aproximação ao mercado lusófono, que embora mais limitado pelas diferenças consumistas e económicas, é também menos saturado, possuindo ainda uma enorme margem de oferta e crescimento. Neste panorama, e sendo a Mozambique Fashion Week um dos mais importantes eventos de moda do continente Africano, esta é certamente a jogada ideal para traçar um roteiro internacional do Portugal Fashion.

Para esta apresentação, o leque de criadores escolhidos foi claramente pensado ao pormenor, revelando uma grande preocupação no que toca à componente criativa, mas também no que diz respeito ao perfil de negócios, algo salientado pelo convite lançado a um criador muito experiente em semanas de moda estrangeiras (Miguel Vieira), a uma criadora cujas criações têm inspiração africana (Roselyn Silva) e também a uma estilista que havia já dado entrada neste mercado (Micaela Oliveira).

Comentários