500 milhões para projectos ambientais - Unsplash Photo

Financiamento de 500 milhões para energias renováveis

O Fundo de Investimentos Climáticos (CIF) aprovou recentemente uma linha de crédito de 500 milhões de dólares com o objectivo de financiar projectos com base no desenvolvimento e implementação de fontes renováveis de energia.

O CIF decidiu aplicar os seus recursos monetários no sentido de financiar projectos de transição para as energias renováveis, com o objectivo de combater as mudanças climáticas, melhorar as redes eléctricas e criar novas e eficientes centrais energéticas. O CIF prevê ainda oportunidades de investimento em projectos que visem o desenvolvimento e lançamento de transportes eléctricos.

Actualmente, o fundo gerido por Mafalda Duarte, soma 8,3 mil milhões de dólares (6,9 mil milhões de euros), que foram investidos por 13 países desenvolvidos, que contribuem em diferentes medidas, sendo os maiores investidores o Reino Unido, os Estados Unidos e o Japão.

“Os investidores americanos, europeus e japoneses estão interessados ​​em fazer investimentos com títulos verdes”, disse Mafalda Duarte em entrevista citada pela ”Reuters”. Os títulos verdes são títulos de renda fixa que angariam capital para projectos com benefícios ambientais.

Nos dias 28 e 29 de Janeiro, em Marrocos, decorreu a conferência da CIP, onde foi abordada esta questão e muitas outras. A cidade de Ouarzazate, no sudeste do país, foi o destino eleito para este evento, por ser a cidade com a maior central solar do mundo, financiada pelo próprio Fundo de Investimentos Climáticos.

Comentários