Diogo Oliveira

XXI Governo Constitucional de Portugal

Quatro anos pautados por constante austeridade, retrocesso económico, falta de investimento na cultura, cortes profundos na educação e na saúde tiveram um único resultado: empobrecimento da população, maiores desigualdades sociais, mais desemprego, óbitos nas urgências. Esta é, também, a melhor definição do (des)governo liderado pela dupla Passos Coelho/ Paulo Portas.